Cancelamento das etapas de 07/06 e 16/08

Estamos no momento mais delicado da pandemia de COVID-19: a ascendência da curva de contágio do Sars-CoV-2.

Esse é o período crítico, onde o isolamento social não deve ser negligenciado. E nossa situação não é boa. Os casos da doença crescem a cada dia, colapsando o sistema de saúde em todo o país.

Estima-se que, na melhor das hipóteses, grandes eventos estarão liberados somente em agosto ou setembro.

Com isso, nossas etapas de 07/06 e 16/08 estão impossibilitadas de ocorrer.

Mesmo que estejamos liberados em agosto, grande parte dos atletas não estará apto a competições, a situação econômica afetará o poder aquisitivo dos atletas e afastará, temporariamente, possíveis patrocinadores, e podemos não ter tempo hábil para finalizar os detalhes da prova.

Estamos com mais de 90% da próxima etapa pronta. Já foram adquiridas as camisetas, medalhas, cronometragem, viseiras, rapaduras, água, troféus, equipamentos de demarcação e apoio dos percursos, e grande parte da estrutura do evento. Foi um investimento de dezenas de milhares de reais.

Com o cancelamento de 3 das 5 etapas, o campeonato também foi prejudicado. Não haverá mais classificação nem premiação em dinheiro.

Se tudo ocorrer como previsto, vamos realizar essa etapa, a qual já temos tudo pronto e por volta de 250 atletas inscritos, na data da que seria a última etapa do Circuito, 08/11. E ano que vem recomeçamos do zero, ainda melhores e mais fortalecidos.

Quanto à legislação aplicada a esses cancelamentos, o Governo Federal adotou a Medida Provisória de nº 948, de 8 de abril de 2020, válida durante a vigência do estado de calamidade pública, onde instrui organizadores e participantes sobre a atuação nesses casos.

De acordo com a MP, "Na hipótese de cancelamento de serviços, de reservas e de eventos, incluídos shows e espetáculos, o prestador de serviços ou a sociedade empresária não serão obrigados a reembolsar os valores pagos pelo consumidor, desde que assegurem:

I - a remarcação dos serviços, das reservas e dos eventos cancelados;

II - a disponibilização de crédito para uso ou abatimento na compra de outros serviços, reservas e eventos, disponíveis nas respectivas empresas; ou

III - outro acordo a ser formalizado com o consumidor."

Portanto, não haverá o reembolso dos valores pagos a título de inscrição aos atletas já inscritos na etapa de 29/03. Todos os atletas já inscritos automaticamente estarão inscritos na etapa de 08/11. No caso de impossibilidade de participação, será disponibilizado crédito para um dos eventos do ano de 2021, ou então faremos o reembolso dentro dos prazos definidos na MP.

Contamos com a compreensão e colaboração de todos.

Fique em casa e ajude o Brasil a sair dessa.